HOME    
    A CIDADE    
    CLASSIFICADOS    
    GUIA COMERCIAL    
    MURAL DE RECADOS    
    NOTÍCIAS    
    FALE CONOSCO    
     
     
     
   
 
 
     
 
 
   
   
   
     
 
 

 
MUDANÇAS JÁ FEITAS
 
O Terminal Metropolitano Prefeito Magalhães Teixeira, que integra o complexo do Terminal Multimodal de Passageiros Ramos de Azevedo, foi entregue pelo governador José Serra nesta sexta-feira, 5 de setembro, e é mais uma iniciativa para ampliar a integração do transporte público em toda a Região Metropolitana de Campinas (RMC). O Terminal Metropolitano está localizado atrás da nova Rodoviária de Campinas e tem 12,5 mil m² de extensão. Ele entrará em operação a partir do próximo domingo, dia 7, e inicialmente receberá cinco linhas metropolitanas de Hortolândia. O processo de transferência das linhas para o Terminal será gradativo e deverá ser concluído até o final de outubro. Quanto estiver com sua capacidade máxima de operação, o espaço receberá cerca de 120 mil passageiros por dia, de 40 linhas metropolitanas e outras 20 linhas do sistema InterCamp. Com a operação do Terminal Metropolitano, as linhas de Hortolândia, Sumaré, Monte Mor e Nova Odessa - que hoje tem ponto de concentração nas avenidas João Penido Burnier e dos Expedicionários - serão transferidas para o complexo multimodal. Essa medida trará um impacto extremamente positivo para o trânsito de Campinas, pois, o itinerário das linhas metropolitanas da cidade será reduzido porque elas terão um acesso exclusivo ao terminal, a partir da Avenida Lix da Cunha. A estimativa da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC) é que, até o final do ano, três mil ônibus por dia deixarão de circular pela região central do município. Corredor Noroeste Além do Terminal Metropolitano de Campinas, também foram entregues nesta sexta-feira o Terminal Metropolitano de Hortolândia e a Estação de Transferência Anhanguera, na Avenida Lix da Cunha, que integram a primeira etapa de implantação do Corredor Metropolitano Noroeste. O Corredor Noroeste tem 33 km de extensão, sendo 10 km de pista exclusiva aos ônibus, e permitirá a ligação viária metropolitana entre Campinas, Hortolândia, Monte Mor e Sumaré, garantindo mais agilidade, conforto e segurança nas viagens. O investimento total do Governo do Estado na implantação desta primeira fase dos trabalhos foi de R$ 150 milhões.
 
 
Envie seu comentário:
De:
Email:
Comentários:


 
Comentários sobre a notícia:
 
Nenhum comentario no momento
 
 
Copyrigth© 2007 www.jaguariunaonline.com
Jaguariúna - SP - desenvolvimento: e-rooster.com